DOR NOS JOELHOS

DOR NOS JOELHOS

Dor no joelho é um sintoma relativamente comum e significa que alguma coisa não está bem. A dor faz parte do nosso mecanismo de proteção. É a forma que o nosso corpo tem de nos avisar que existe alguma lesão ou doença no local que está doendo. Centenas de lesões e doenças podem provocar dor na região do joelho, inclusive algumas que não acometem diretamente a articulação. Dor no joelho é uma das principais queixas dos pacientes nos consultórios de médicos ortopedistas.

DOR

Dor é a sensação ruim que sentimos quando alguma coisa não está bem no nosso corpo. Células especiais, chamadas de nociceptores, estão espalhadas por todo o nosso organismo e são responsáveis por informar o sistema nervoso central, através de estímulos enviados pelos nervos, que alguma coisa está errada. O joelho é uma articulação com muitos nociceptores, que podem ser estimulados por lesões e/ou doenças.

CARACTERÍSTICAS

A dor no joelho pode apresentar diversas características. O médico especialista procura saber, para fazer o diagnóstico da causa da dor, dados sobre o início, localização, intensidade, tipo, irradiação, duração, fatores que aliviam e a presença de outros sintomas associados como inchaço, crepitações, vermelhidão, falseio e amortecimento.

LESÕES

O joelho é vulnerável às lesões porque está relativamente exposto e é o fulcro de uma forte alavanca que suporta, multiplica e transmite as forças do peso corporal e da ação dos músculos ao seu redor. O joelho é uma das articulações mais lesionadas do nosso corpo, principalmente em esportistas e pessoas que praticam atividades físicas. As lesões mais comuns envolvem os meniscos, o ligamento cruzado anterior e a patela.

DOENÇAS

Além das lesões, o joelho também pode ser acometido por doenças inflamatórias e, mais raramente, por tumores. A artrose é a doença que mais acomete o joelho, principalmente em pessoas com mais de 50 anos de idade. A condromalácia patelar e a tendinite patelar são as doenças que mais acometem os joelhos dos jovens.

DOR NO JOELHO - NOCICEPTORES

MENISCOS

Lesões meniscais são uma causa comum de dor no joelho. Os meniscos são duas fibrocartilagens, com o formato de meia-lua, que ficam interpostos entre o fêmur e a tíbia. Eles fazem a adaptação anatômica entre os dois ossos e recebem carga significativa durante os movimentos do joelho.

LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR

O ligamento cruzado anterior ( LCA ) é o ligamento mais importante do joelho. Ele impede a rotação e a translação anterior da tíbia em relação ao fêmur, funcionando como estabilizador articular. Lesões do LCA podem causar dor no joelho, principalmente nos primeiros dias após a lesão.

ARTROSE

Artrose é a doença que mais acomete o joelho. A doença é caracterizada pela degeneração da cartilagem, o tecido branco que reveste as extremidades ósseas dentro da articulação. A artrose é mais comum em pessoas com mais de 60 anos de idade. É uma das principais causas de dor no joelho nessa faixa etária.

CONDROMALÁCIA PATELAR

Condromalácia é uma doença degenerativa que acomete a cartilagem da patela, o osso móvel localizado na frente do joelho. A doença é caracterizada pelo amolecimento do tecido condral. É uma doença que acomete mais os jovens, principalmente as mulheres. A condromalácia patelar é uma causa importante de dor no joelho.

CISTO DE BAKER

O cisto de Baker, também chamado de cisto poplíteo, é uma formação cística que se forma na região posterior do joelho. É uma causa frequente de dor.

TENDINITE

Vários tendões cruzam a articulação do joelho e, quando sobrecarregados, podem desenvolver processos inflamatórios. Tendinite patelar, tendinite quadricipital, tendinite do bíceps femoral, tendinite do semimembranáceo e tendinite do poplíteo são os processos inflamatórios tendíneos mais comuns do joelho e costumam provocar muita dor.

BURSITE

Bursite é o processo inflamatório da bolsa sinovial. A articulação do joelho tem cerca de 14 bolsas sinoviais ao seu redor. Bursites provocam muita dor. A bursite pré-patelar, a bursite infra-patelar e a bursite da pata de ganso são as bursites mais comuns do joelho.

ARTRITE REUMATÓIDE

A artrite reumatóide é uma doença autoimune, de causa ainda desconhecida, que causa intenso processo inflamatório no joelho, além de comprometer a cartilagem. A artrite reumatóide provoca dor intensa no joelho.

DOENÇA DE OSGOOD-SCHLATTER

A doença de Osgood-Schlatter é uma osteocondrite que acomete a região da tuberosidade anterior da tíbia em crianças que estão na fase de crescimento. Elas se queixam de dor no joelho, no local inflamado, principalmente durante atividades físicas.

DORES DO CRESCIMENTO

Até 20% das crianças vão reclamar de dor no joelho durante a fase de crescimento, principalmente entre 3 e 6 anos de idade. As dores do crescimento parecem ser causadas pelos grandes desequilíbrios musculares que o joelho apresenta devido ao crescimento acelerado do comprimento do fêmur e da tíbia.

LUXAÇÃO PATELAR

A luxação da patela do seu sulco no fêmur provoca dor intensa no joelho que só melhora quando o osso deslocado retorna ao seu lugar. Traumatismos e entorses são as causas mais comuns de deslocamento patelar.

DOR NO JOELHO

TUMORES

Tumores benignos e malignos podem acometer todos os tecidos da articulação do joelho. Essas formações tumorais costumam provocar dor. É a dor que faz o paciente consultar um médico especialista.

GOTA

A gota é uma doença caracterizada pela deposição de cristais de ácido úrico nas articulações. O joelho, depois do dedão do pé, é a articulação mais acometida pela gota. A doença provoca um intenso processo inflamatório e bastante dor.

OSTEONECROSE

A osteonecrose é o infarto ósseo que pode acometer o fêmur e a tíbia na região do joelho. O tecido ósseo abruptamente fica desvascularizado. A osteonecrose provoca dor intensa no joelho.

FRATURA DE ESTRESSE

Fraturas de estresse são comuns na região do joelho e provocam muita dor. Trata-se de um tipo especial de fratura óssea caracterizada por pequenas fissuras que se formam no osso esponjoso devido a microtraumas de repetição.

HOFFITE

Hoffite é a inflamação da gordura de Hoffa, uma estrutura anatômica localizada na região anterior do joelho, atrás do tendão patelar. É uma causa frequente de dor no joelho.

SÍNDROME DO TRATO ILIOTIBIAL

A síndrome do trato iliotibial é o processo inflamatório da banda iliotibial, estrutura localizada na região lateral do joelho. Essa síndrome provoca bastante dor e é comum em ciclistas e corredores.

OSTEOCONDRITE DISSECANTE

A osteocondrite dissecante é uma doença de causa ainda desconhecida. Ela é caracterizada pela necrose focal do osso subcondral e desprendimento da cartilagem adjacente, que pode se tornar um corpo livre dentro do joelho. A osteocondrite dissecante costuma provocar dor no joelho.

ARTRITE SÉPTICA

A artrite séptica do joelho é a infecção dos tecidos e do líquido sinovial da articulação. É uma condição grave que provoca dor intensa. A artrite séptica é uma emergência ortopédica.

EDEMA ÓSSEO

Edemas ósseos são lesões que acometem a estrutura óssea, mas não são tão severas quanto uma fratura. No edema ósseo do joelho não existe rompimento estrutural do osso. Edemas ósseos provocam bastante dor.

SÍNDROME DA FABELA

Fabela é um osso sesamóide presente em até 20% dos joelhos da população em geral. Ela se localiza na região lateral e posterior do joelho, dentro do tendão do ventre lateral do músculo gastrocnêmio. A síndrome da fabela é o processo inflamatório, crônico, que pode provocar dor intensa e persistente atrás do joelho.

DESEQUILÍBRIOS MUSCULARES

Desequilíbrios dos músculos que cruzam o joelho podem provocar dor na articulação. Esses desequilíbrios são identificados com mais precisão no exame de dinamometria isocinética computadorizada. Joelhos que apresentam grandes desequilíbrios musculares podem apresentar dor, mesmo sem a presença de lesões.

DOR IRRADIADA

Existem casos em que a dor no joelho, sentida pelo paciente, é causada por um problema à distância, que não envolve o joelho em si. Doenças e lesões da coluna lombar e do quadril, por exemplo, podem provocar dor na região do joelho. Alterações vasculares e dos nervos periféricos que cruzam a articulação também podem provocar dor no joelho.

DOR JOELHO

DOR NÃO É NORMAL

É importante lembrar que NÃO É NORMAL SENTIR DOR NO JOELHO. Também não é normal ter o joelho inchado, o joelho falseando ou o joelho fazendo barulhos. Esses sintomas ( dor, inchaço, falseio e crepitações ), isolados ou em conjunto, indicam a presença de alguma lesão ou doença intra-articular. Muitas vezes esses sintomas são negligenciados pelas pessoas. O diagnóstico e o tratamento precoce das lesões e doenças do joelho pode evitar grandes problemas no futuro.

EXAMES

RX, tomografia computadorizada, ecografia, ressonância magnética, cintilografia óssea e eletroneuromiografia são os exames mais comuns que o médico especialista solicita para fazer o diagnóstico da causa da dor que o paciente apresenta no joelho. Exames de sangue também podem ser solicitados.

REMÉDIOS PARA DOR

Analgésicos e anti-inflamatórios são os medicamentos prescritos pelos médicos para aliviar a dor. Se você tomar um desses medicamentos, a dor no joelho irá diminuir. Mas, se não tiver o diagnóstico da causa da dor, o problema pode persistir e ainda piorar. Isso é bastante comum nos casos de artrose, condromalácia, condropatias e lesões meniscais. Depois de tomar um remédio para dor a pessoa tem a sensação que está curada, que a doença ou o machucado sararam, e esquece de consultar um médico especialista. Não se deve tomar remédios por conta própria porque todos os medicamentos têm efeitos colaterais. Só tome remédios prescritos pelo seu médico.

ESPECIALISTA

Consulte um MÉDICO ORTOPEDISTA ESPECIALISTA EM JOELHO se você sente dores nos seus joelhos, principalmente se a dor estiver associada com inchaço, falseios e/ou crepitações.

WhatsApp
(41) 98824-3384
Cadastro
Agendamento