LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR DO JOELHO

LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR DO JOELHO

O ligamento cruzado anterior, ou LCA, é um dos mais importantes ligamentos do joelho. Ele está localizado na região central da articulação, unindo o fêmur ( osso da coxa ) à tíbia ( osso da perna ). A sua função é impedir a rotação e a translação anterior da tíbia em relação ao fêmur. Quando o ligamento cruzado anterior está rompido o joelho fica “frouxo” e quando esse joelho frouxo é submetido a algum esforço de maior intensidade ele pode subluxar. Os pacientes relatam que sentem o joelho “sair do lugar” ou falsear.

LESÃO DO LCA E FUTEBOL

O ligamento cruzado anterior costuma ser rompido quando o joelho sofre uma entorse. Durante a entorse as estruturas que mantêm a estabilidade articular – os ligamentos entre elas – podem ser distendidas até que se rompam. No nosso meio, entre os homens principalmente, uma das causas mais comuns de rotura do ligamento cruzado anterior é uma entorse do joelho durante uma partida de futebol. O corpo gira sobre o joelho estando o pé firmemente preso ao solo. Isso acontece num drible, por exemplo. O jogador sente nitidamente que o joelho “falhou” ( falseio ), que alguma coisa se rompeu, e cai no chão com dor intensa. Em muitos casos um estalido chega a ser ouvido pelo paciente e, às vezes, até pelos companheiros de jogo. A volta para a partida é praticamente impossível, por causa da dor, e o joelho costuma inchar bastante e em poucas horas. Pisar no chão torna-se muito doloroso. Outras atividades, além das atividades esportivas, também podem causar o rompimento do ligamento cruzado anterior. O mecanismo quase sempre é o mesmo: girar o corpo sobre o joelho estando o pé fixado ao chão.

ROTURA DO LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR DO JOELHO

No primeiro atendimento dado no hospital o inchaço no joelho pode ser tão grande e doloroso que o médico poderá indicar uma punção articular. É um procedimento simples, feito com anestesia local, onde o líquido acumulado dentro do joelho é retirado com uma seringa e agulha. Na grande maioria das vezes trata-se de sangue vivo. No exame de RX podemos avaliar os ossos do joelho. As radiografias costumam ser normais. Em uma pequena porcentagem de pacientes encontramos uma pequena fratura-arrancamento na região ântero-lateral da tíbia, chamada de fratura de Segond. A presença dessa pequena fratura é patognomônica da lesão do LCA, ou seja, quando existe essa lesão óssea o LCA quase sempre está rompido. O tratamento sintomático inicial da lesão do ligamento cruzado anterior consiste em repouso, compressas de gelo e uso de anti-inflamatórios. Em casos onde a dor é muito intensa o joelho pode ser imobilizado e o paciente poderá ter que usar um par de muletas para deambular até que consiga pisar no chão sem sentir dor. Com esse tratamento inicial o joelho fica sem dor e desincha em alguns dias. O paciente volta a fazer as suas atividades cotidianas mas, se forçar o joelho, principalmente fazendo o movimento de rotação articular, sentirá novamente o falseio, a sensação de que o joelho saiu do lugar, provocando dor e um novo inchaço.

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

Depois do tratamento inicial é muito importante que o paciente consulte um médico ortopedista especialista em joelho. O especialista vai pedir um exame de imagem – a ressonância magnética – que é atualmente o melhor exame para diagnosticar a lesão do ligamento cruzado anterior. A ressonância magnética é essencial para avaliação do joelho lesionado. Não é incomum a presença concomitante de rotura do ligamento cruzado anterior com uma lesão meniscal ou de cartilagem e, algumas vezes, até fraturas ósseas. A programação da cirurgia depende do estudo do exame de ressonância magnética

LCA ROMPIDO TEM QUE OPERAR?

Com algumas exceções, a lesão do ligamento cruzado anterior deve ser tratada cirurgicamente. O objetivo da cirurgia é estabilizar a articulação, protegendo assim os meniscos e a cartilagem. Lesões meniscais e artrose precoce são as consequências para o paciente que não deseja passar pela cirurgia.

LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR

CIRURGIA DO LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR

É consenso entre os especialistas do mundo inteiro que o tratamento da rotura do ligamento cruzado anterior do joelho, com algumas exceções, deve ser cirúrgico. O ligamento rompido precisa ser reconstruído para manter a articulação estável. O tratamento conservador ( deixar de operar ), sabe-se hoje depois de vários estudos, provoca na articulação lesões nos meniscos e degeneração precoce da cartilagem, a artrose, o que causará problemas para o paciente no futuro. Além disso, se não fizer a cirurgia, o paciente não conseguirá retornar aos esportes. Detalhes técnicos da cirurgia, como a escolha do enxerto para substituir o ligamento rompido e os implantes para fixação do enxerto serão explicados ao paciente pelo médico especialista. A boa notícia é que os resultados cirúrgicos atuais, quando executados por equipes especializadas, são excelentes. O ligamento rompido é reconstruído através de uma cirurgia por vídeo – a artroscopia. Um médico especialista faz a cirurgia em 45 minutos.

FISIOTERAPIA APÓS CIRURGIA DO LCA

O paciente que foi submetido à cirurgia de reconstrução do LCA precisa fazer fisioterapia no período pós-operatório para que tenha uma recuperação mais rápida e plena do seu joelho. As sessões de fisioterapia são muito importantes e os protocolos atuais para esse tipo de lesão são bem avançados e devem ser respeitados. Alguns dias depois da cirurgia o paciente retorna à sua rotina diária, devendo aguardar alguns meses para retornar às atividades físicas mais intensas, depois de terminado o período de fisioterapia.

PREVENÇÃO DA LESÃO DO LCA

É possível prevenir a lesão do ligamento cruzado anterior do joelho? Segundo o Dr. Frank Noyes, sim. Ele criou o Sportsmetrics®, um programa para prevenção da lesão do LCA. O programa foi desenvolvido e cientificamente provado na Cincinnati Sports Medicine Research & Education Foundation, nos Estados Unidos.

LESÃO DO LCA EM CRIANÇAS

O número de lesões do LCA em crianças e adolescentes tem aumentado nos últimos anos. A cirurgia do LCA nessa faixa etária deve ser adiada até que a criança complete 15 anos porque os ossos ainda estão em crescimento. A cirurgia pode afetar o crescimento ósseo porque os túneis ósseos no fêmur e na tíbia transfixam a cartilagem de crescimento.

LESÃO DO LCA E ARTROSE

As forças necessárias para romper o ligamento cruzado anterior também são aplicadas nas superfícies de cartilagem do joelho. Essas lesões condrais podem evoluir, anos depois da lesão do LCA, para artrose.

WhatsApp
(41) 98824-3384
Cadastro
Agendamento