ORTOPEDISTA ESPECIALISTA EM JOELHO

ORTOPEDISTA ESPECIALISTA EM JOELHO

É muito importante você conhecer o perfil do seu médico ortopedista especialista em joelho. Isso pode afetar bastante os cuidados e tratamentos que lhe serão oferecidos. Médicos, como quaisquer outros profissionais, gostam de fazer aquilo que consideram ter mais resultado, o que funciona em suas mãos, baseados no seus treinamentos e observações de suas vidas práticas. Médicos querem o melhor resultado para os seus pacientes e também para si mesmos. Os interesses dos médicos costumam estar alinhados com os interesses dos seus pacientes. Conhecer o perfil do médico ortopedista especialista em joelho e saber se os interesses dele batem com os seus interesses é fundamental.

CIRURGIA

A ortopedia é uma especialidade cirúrgica. O médico ortopedista especialista em joelho é treinado para fazer cirurgias durante toda a sua formação. Mas, dentro da ortopedia, a maioria das patologias e lesões do joelho podem ser tratadas sem a necessidade de cirurgia. Entorses, condromalácia, tendinites ou contusões, por exemplo, podem ser tratadas de forma conservadora na grande maioria das vezes. Uma cirurgia de joelho costuma ser o último recurso, quando não existe possibilidade de tratamento conservador ou as tentativas de tratamento não-cirúrgico não surtiram efeito. Mas, como cada profissional tem um perfil diferente, alguns podem ser bastante conservadores e outros podem ser bastante intervencionistas. Um médico intervencionista costuma atrair pacientes que desejam cirurgia, enquanto que um médico conservador costuma atrair pacientes que não querem saber de cirurgia.

ORTOPEDISTA DE JOELHO

MENISCO

Lesões meniscais, num passado recente, eram tratadas quase sempre com cirurgia. Com o advento da artroscopia, que é uma técnica minimamente invasiva de cirurgia, as cirurgias de menisco viraram uma febre. As meniscectomias eram feitas em poucos minutos, o paciente recebia alta no mesmo dia, a recuperação costumava ser rápida e os pacientes voltavam às suas atividades em pouco tempo. Poucos anos depois eles voltavam a sentir dor no joelho que havia sido operado. Uma nova avaliação mostrava que estava tudo bem com o menisco que tinha sido reparado, mas agora o paciente apresentava um novo problema: artrose.

ARTROSE

Artrose é a degeneração da cartilagem, o tecido branco e brilhante que recobre os ossos dentro de uma articulação sinovial. No joelho existe cartilagem no fêmur, na tíbia e na patela. O processo degenerativo da cartilagem apresenta quatro graus, sendo que no grau IV já existe exposição óssea. O problema da artrose é que o tecido cartilaginoso não tem capacidade de regeneração e o desgaste tende a aumentar com o passar do tempo porque o joelho é uma articulação de carga, que suporta o peso do nosso corpo. A artrose é uma doença que ainda não tem cura conhecida.

TRATAMENTOS

Lesões meniscais e artrose devem ser tratadas, preferencialmente, de forma conservadora. O tratamento cirúrgico deve ser a última opção. Medicamentos, fisioterapia, perder peso e mudança de alguns hábitos costumam ser medidas conservadoras que surtem bom resultado. A aplicação de ácido hialurônico, por exemplo, é um excelente tratamento que pode postergar e até evitar uma cirurgia como a artroplastia do joelho ( cirurgia para colocação de prótese ). O paciente deve conversar com o seu médico ortopedista especialista em joelho e procurar saber todas as possibilidades de tratamento, cirúrgicas e não-cirúrgicas, para o seu problema. Daí a necessidade de se conhecer o perfil do profissional antes de agendar uma consulta com ele.

WhatsApp
(41) 98824-3384
Cadastro
Agendamento