ÁCIDO HIALURÔNICO PARA O JOELHO

ÁCIDO HIALURÔNICO PARA O JOELHO

A infiltração de ácido hialurônico no joelho é um dos melhores tratamentos para a artrose, condromalácia e condropatias. As aplicações podem evitar a necessidade de uma cirurgia. O ácido hialurônico, também conhecido como hialuronano ou hialuronato, é encontrado naturalmente na cartilagem e no líquido sinovial do joelho. Ele tem papel importante nos sistemas de lubrificação da cartilagem e amortecimento da articulação. Estudos mostraram que a concentração e o peso molecular do ácido hialurônico no líquido sinovial diminuem com o envelhecimento e/ou na presença de processos degenerativos condrais. A aplicação de ácido hialurônico no joelho restaura as propriedades fisiológicas do líquido sinovial e, consequentemente, protege o tecido cartilaginoso.

ARTROSE

Artrose é o desgaste da cartilagem, o tecido branco e brilhante que reveste os ossos dentro das nossas articulações. O joelho é a articulação mais afetada pela artrose. Não existe ainda cura conhecida para a doença artrose, ou seja, não existe ainda um tratamento efetivo que regenere a cartilagem hialina que se desgastou e que a faça ser como era dez ou vinte anos atrás. Apesar de ainda não ter cura conhecida, existem muitos tratamentos para a artrose. Todos eles são paliativos porque não regeneram a cartilagem. A finalidade de todos os tratamentos existentes é diminuir o principal sintoma da doença, que é a dor, e ainda, se possível, diminuir a velocidade do processo degenerativo da cartilagem. Espera-se com isso postergar e, de preferência, evitar um procedimento mais agressivo como uma cirurgia de artroplastia ( prótese de joelho ).

CONDROMALÁCIA

A condromalácia patelar, também conhecida como condropatia patelar, é uma doença degenerativa que afeta a cartilagem da patela, o osso móvel localizado na frente do joelho. A cartilagem da patela é a cartilagem mais espessa do nosso corpo. Na condromalácia a cartilagem da patela fica amolecida e se degenera rapidamente, evoluindo para artrose, se não for tratada corretamente.

CARTILAGEM NÃO SE REGENERA

O tecido cartilaginoso é um tecido altamente especializado que apresenta características fisiológicas próprias que não permitem a sua regeneração. A cartilagem do joelho não se regenera. Os danos sofridos pela cartilagem costumam ser irreversíveis. A proteção do tecido condral é o principal objetivo do médico ortopedista no tratamento das diferentes lesões e doenças do joelho. Preservar a cartilagem é fundamental porque o seu comprometimento pode afetar significativamente a qualidade de vida do paciente.

ÁCIDO HIALURÔNICO

Dentre os vários tratamentos existentes para as lesões e doenças da cartilagem, o que apresenta os melhores resultados na atualidade é a viscossuplementação, que consiste na injeção intra-articular de um concentrado de ácido hialurônico. As aplicações diminuem a dor e a rigidez e, consequentemente, melhoram a mobilidade articular. O princípio da viscossuplementação é simples: dentro das nossas articulações existe o líquido sinovial, que é o líquido lubrificante natural das nossas articulações. O líquido sinovial normal é bem viscoso ( lembra a clara do ovo ). Essa viscosidade se deve à presença do ácido hialurônico na sua composição. O líquido sinovial é produzido pela sinóvia, o tecido conjuntivo que reveste as paredes internas do joelho. Quando existe artrose ou qualquer outra lesão intra-articular, as paredes do joelho ficam inflamadas. É a sinovite. A sinóvia inflamada pode produzir líquido sinovial em excesso. Esse líquido em excesso é chamado de derrame articular e deixa o joelho inchado. O líquido sinovial produzido pela sinóvia inflamada não é tão viscoso quanto o líquido sinovial normal porque ele tem pouco ácido hialurônico na sua composição. Ou seja, o joelho com artrose pode até ter mais líquido sinovial do que deveria, mas esse líquido, por ser pouco viscoso, não está fazendo o seu papel de lubrificar, amortecer e nutrir a cartilagem. É aí que entra a viscossuplementação. Ela serve para melhorar a lubrificação articular. Pacientes com artrose, segundo estudo realizado no Japão, não tiveram progressão significativa da doença a partir do momento em que começaram a receber as aplicações de ácido hialurônico no joelho. O ácido hialurônico é um modificador do curso da doença cartilaginosa.

ÁCIDO HIALURÔNICO PARA JOELHO

MEDICAMENTOS

Existem hoje, no mercado mundial, mais de 50 medicamentos diferentes para a viscossuplementação. No Brasil temos apenas alguns deles. É importante ressaltar que, apesar de todos eles terem como base o ácido hialurônico, os produtos não são iguais porque cada laboratório usa uma tecnologia diferente de fabricação. Os medicamentos diferem entre si em relação ao volume, concentração, peso molecular, origem, estrutura molecular ( cross-links ) e forma de aplicação. Na prática significa o seguinte: alguns medicamentos são bem fraquinhos e outros são bem fortes ( muito mais viscosos ). Os melhores medicamentos, que são aqueles que apresentam o melhor efeito ( aliviam mais a dor durante mais tempo ), são bem mais caros que os medicamentos mais baratos e populares.

PESO MOLECULAR

O peso molecular, segundo vários estudos, é a característica mais importante dos medicamentos para viscossuplementação. Existem produtos de baixo peso molecular e produtos de alto peso molecular. Os produtos com alto peso molecular são mais viscoelásticos. Estudos muito bem conduzidos concluíram que o melhor efeito da viscossuplementação acontece quando são combinados os dois tipos de ácido hialurônico.

CROSS-LINK

O ácido hialurônico é uma glicosaminoglicana. Sua estrutura química é uma longa cadeia polimérica linear formada pela repetição de unidades dissacarídicas de ácido glucurônico e N-acetilglucosamina unidas por ligações glicosídicas e de hidrogênio. Essa estrutura química permite a retenção de grandes quantidades de água. As moléculas lineares do ácido hialurônico podem ser unidas entre si através do processo de reticulação polimérica ( crosslinking ), formando grandes moléculas ramificadas e de maior peso molecular. O alto peso molecular dos medicamentos de última geração só é possível através desse processo de reticulação. Os medicamentos para viscossuplementação do joelho podem conter ácido hialurônico linear, reticulado ou uma combinação deles. Os produtos comercializados são diferentes entre si porque cada fabricante tem uma tecnologia diferente de produção. As diferenças físico-químicas dos produtos são importantes na indicação do medicamento, ou combinação de medicamentos, para o tratamento das diferentes doenças da cartilagem.

ORIGEM

O ácido hialurônico dos primeiros medicamentos para viscossuplementação era obtido de aves. O ácido hialurônico dos medicamentos mais modernos é obtido através de sofisticados processos laboratoriais de biofermentação. Bactérias modificadas geneticamente produzem ácido hialurônico de alta qualidade e isento de qualquer tipo de toxina. Os medicamentos de última geração são muito seguros.

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

O exame de ressonância magnética é essencial para o médico ortopedista avaliar a cartilagem do joelho do paciente. Cada joelho doente tem as suas particularidades. A análise do exame permite ao especialista indicar o tratamento, a combinação de medicamentos e suas dosagens.

INFILTRAÇÃO NO JOELHO

Infiltração articular é o nome do procedimento médico que consiste na injeção de medicamentos diretamente dentro de uma articulação. A infiltração no joelho é um procedimento bastante comum porque o joelho é uma articulação grande e superficial. Viscossuplementação é o nome do tratamento que consiste na aplicação de medicamentos à base de ácido hialurônico dentro de uma articulação. O ácido hialurônico é aplicado no joelho através de uma infiltração articular.

INDICAÇÕES DO TRATAMENTO

A aplicação de ácido hialurônico no joelho é um dos melhores tratamentos na atualidade para a artrose, condromalácia e condropatias.

PROCEDIMENTO

A infiltração de ácido hialurônico no joelho para viscossuplementação é um procedimento relativamente simples que pode ser feito com anestesia local no próprio consultório médico. Depois da aplicação o paciente pode andar e mexer normalmente o joelho, devendo apenas evitar grandes esforços físicos durante três dias. Praticamente não existem efeitos-colaterais. Eventualmente algum paciente pode sentir um pequeno dolorimento no local da aplicação e um pequeno inchaço no joelho, que melhoram com a simples aplicação de compressas de gelo.

ÁCIDO HIALURÔNICO - JOELHO

COMBINAÇÃO DE MEDICAMENTOS

O que fazemos hoje no consultório é a chamada viscossuplementação de terceira geração, que consiste na combinação de diferentes tipos de ácido hialurônico e, dependendo do caso, anti-inflamatórios e outros medicamentos.

FORMA DE APLICAÇÃO

Cada medicamento tem sua forma de aplicação, que muda conforme o fabricante e as características da lesão condral no joelho do paciente. As aplicações podem ser semanais, em séries de 3 até 5 injeções. Os medicamentos mais modernos são aplicados em dose única. A frequência das aplicações também depende das lesões que o paciente apresenta na cartilagem e varia, mais comumente, de 6 até 12 meses.

DURAÇÃO DO EFEITO

O início do efeito das aplicações de ácido hialurônico no joelho não é imediato. O paciente começa a sentir melhora após alguns dias, tempo necessário para o medicamento se espalhar na articulação e interagir com os tecidos. A duração do efeito varia bastante e depende da extensão e localização do dano condral no joelho do paciente, medicamentos, dosagens e frequência das aplicações. O tempo médio de duração do efeito é de 6 meses, mas temos observado em nossos pacientes casos de duração do efeito de até 3 anos.

FISIOLOGIA

A aplicação de ácido hialurônico no joelho produz vários efeitos fisiológicos. Os que mais de destacam são: lubrificação e proteção da cartilagem, melhor absorção de impactos, diminuição da inflamação e diminuição da dor. Alguns estudos provaram que as aplicações também estimulam a sinóvia a produzir líquido sinovial com mais ácido hialurônico. O aumento da viscosidade do líquido sinovial depois da injeção do remédio no joelho tem efeitos positivos em todos os tecidos que formam a articulação.

APROVADO PELO FDA E AHRQ

O FDA ( US Food and Drug Administration ) aprovou a aplicação de ácido hialurônico no joelho para o tratamento da artrose, condromalácia e condropatias. O procedimento foi considerado efetivo e seguro. A AHRQ ( US Agency for Healthcare Research and Quality ) classificou as injeções de ácido hialurônico no joelho como o tratamento com melhor efeito clínico para as patologias condrais.

ÁCIDO HIALURÔNICO JOELHO

CUSTO

O custo da aplicação de ácido hialurônico no joelho varia muito porque a prescrição para cada paciente é diferente. As características do comprometimento da cartilagem e a combinação de medicamentos e dosagens são dados considerados pelo médico especialista na indicação do tratamento. Os melhores medicamentos são importados e têm um custo mais alto do que os medicamentos mais simples e populares.

CONSULTA COM ESPECIALISTA

Apesar de ser um excelente tratamento, a viscossuplementação não é indicada para todos os pacientes com artrose e condromalácia no joelho. Um médico ortopedista especialista precisa examinar o joelho, saber o histórico de tratamentos anteriores do paciente, analisar os exames de imagem ( RX e ressonância magnética ) que precisam ser atuais e de boa qualidade, para saber se existe indicação para as infiltrações. Se a viscossuplementação for indicada, o especialista definirá quais os medicamentos serão usados, a dosagem de cada um deles e também a frequência das aplicações. Esses parâmetros são diferentes de paciente para paciente.

PACIENTES SATISFEITOS

A infiltração de ácido hialurônico no joelho para viscossuplementação, como tratamento para a artrose, condromalácia e condropatias do joelho, tem ajudado milhares de pessoas em todo o mundo. Os pacientes ficam muito satisfeitos com as aplicações.

DÚVIDAS

Acesse a página DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE A VISCOSSUPLEMENTAÇÃO para mais informações sobre esse novo tratamento.

WhatsApp
(41) 98824-3384
Cadastro
Agendamento