ESTALOS, BARULHOS E RANGIDOS NO JOELHO

ESTALOS NO JOELHO

Estalos no joelho, estalidos, rangidos, barulhos, crepitações, sensação de que alguma coisa está sendo triturada ou raspada dentro do joelho, sensação de uma dobradiça sem óleo no joelho e sensação de areia dentro do joelho. Essas são queixas bastante comuns de pacientes nos consultórios de médicos ortopedistas especialistas em joelho. Esses barulhos no joelho são conhecidos como crepitação articular. A crepitação articular pode ou não estar relacionada a um problema no joelho.

ESTALOS NO JOELHO

Estalos e estalidos no joelho ao movimentar o joelho são normais e costumam não ter significado maior. A crepitação articular deve preocupar se estiver aumentando de intensidade com o passar do tempo ou estiver associada com outros sintomas como dor, inchaço e falseio do joelho. Nesses casos os estalos podem indicar a presença de uma lesão.

CAUSA DOS ESTALOS NO JOELHO

O espaço articular dentro do joelho contém ar e uma pequena quantidade de líquido sinovial, o líquido lubrificante natural das nossas articulações. Quando se movimenta o joelho a pressão entre as superfícies cartilaginosas provoca o deslocamento do ar e do líquido sinovial dentro da junta. Esse deslocamento provoca algum ruído. Ao refazer o movimento o barulho costuma não se repetir porque o ar e o líquido sinovial já se deslocaram no movimento anterior. Num joelho normal, portanto, o barulho costuma ser ocasional, está relacionado com a movimentação articular e costuma não se repetir se o joelho for movimentado várias vezes. Estalos no joelho são comuns quando a pessoa faz esforços como subir e descer escadas, agachar, ajoelhar e correr. Alguns estalos no joelho podem acontecer até com a pessoa andando.

ESTALOS NO JOELHO

DOENÇAS E LESÕES

Várias doenças e lesões no joelho podem provocar crepitação articular. Diferentemente dos estalos fisiológicos, na presença de lesões o joelho apresentará outros sintomas associados. Dor, joelho inchado e falseio são os sintomas que, quando associados à crepitação articular, indicam a presença de algum comprometimento articular. As doenças e lesões mais comuns do joelho que cursam com crepitação articular são: artrose, condromalácia, lesão meniscal, corpos livres, sinovite, bursite, plica sinovial, tendinite e tenossinovites.

DIAGNÓSTICO

A ressonância magnética é o melhor exame para diagnosticar as doenças e lesões que podem provocar estalos no joelho. Esse é o exame que o médico especialista costuma solicitar na investigação da queixa de crepitação articular no joelho.

TRATAMENTO

Os estalos no joelho, quando associados a doenças e lesões, podem ser diminuídos ou eliminados com o tratamento correto da sua causa.

CARTILAGEM

Estalos no joelho cuja origem seja a cartilagem devem ser diagnosticadas e tratadas sem muita demora. O tecido cartilaginoso é muito delicado. Suas lesões costumam ser irreversíveis porque a cartilagem não tem capacidade de regeneração.

ESTALOS JOELHO

CONDROPLASTIA

A cirurgia de condroplastia para regularização da cartilagem é um procedimento que diminui os estalos no joelho quando a sua origem é de natureza condral.

ÁCIDO HIALURÔNICO

A aplicação de medicamentos à base de ácido hialurônico no joelho é um dos melhores tratamentos para a artrose, condromalácia e condropatias. Essas doenças cursam com crepitação articular e os barulhos são significativamente diminuídos com esse tratamento.

ESPECIALISTA

Pacientes que apresentam estalos no joelho devem consultar um médico ortopedista especialista em joelho para avaliação, independentemente da presença ou não de outros sintomas. O diagnóstico precoce e o tratamento correto, principalmente dos problemas envolvendo a cartilagem, podem evitar transtornos para o paciente no futuro.

WhatsApp
(41) 98824-3384
Cadastro
Agendamento