DOR ATRÁS DO JOELHO

DOR ATRÁS DO JOELHO

Dor atrás do joelho é uma queixa relativamente comum dos pacientes nos consultórios dos médicos ortopedistas. Esse sintoma pode estar relacionado a diversas lesões e/ou doenças do joelho. A dor atrás do joelho pode ser eventual, contínua ou aparecer com os movimentos de esticar e dobrar a perna. O diagnóstico precoce e o tratamento correto do problema causador da dor são essenciais para evitar o agravamento do quadro álgico que pode, dependendo da etiologia, ser bastante incapacitante.

DOR ATRÁS DO JOELHO

A região posterior do joelho, conhecida como região poplítea, é uma região anatômica complexa e também um local frequente de dor. Diversas estruturas estão localizadas nessa região e podem ser a causa de dor atrás do joelho. Artrose, cisto de Baker, lesão meniscal, tendinite, varizes, trombose venosa profunda, lesão nervosa, bursite, lesão do ligamento cruzado posterior, artrite reumatóide, dor muscular, cãibra, aneurisma da artéria poplítea, tumores, desequilíbrios musculares, fratura de estresse, traumatismo direto e luxação são as causas mais comuns de dor atrás do joelho.

ARTROSE

Artrose é a doença que mais acomete o joelho e é caracterizada pelo processo degenerativo da cartilagem, o tecido branco e brilhante que recobre as extremidades ósseas dentro da articulação. A cartilagem é um tecido muito especializado e que, devido às suas características fisiológicas, não se regenera. O processo de desgaste da cartilagem é irreversível. A artrose do joelho, principalmente nos seus graus mais avançados, é uma causa bastante comum de dor atrás do joelho.

CISTO DE BAKER

Cisto de Baker, também conhecido como cisto poplíteo, é uma formação cística que se forma atrás do joelho. O cisto é preenchido com líquido sinovial, que é o líquido lubrificante natural das articulações. Pacientes com cisto de Baker costumam apresentar dor atrás do joelho, normalmente associada com um aumento de volume no local.

LESÃO NO MENISCO

Meniscos são estruturas de fibrocartilagem, interpostos entre o fêmur e a tíbia, que funcionam como amortecedores do joelho. Cada joelho tem dois meniscos. Eles fazem a adaptação entre as superfícies condrais femoral e tibial. Os meniscos podem sofrem vários tipos de lesões. Essas lesões, quando localizadas na sua região posterior, podem causar dor atrás do joelho.

TENDINITE

A região posterior do joelho acomoda vários tendões importantes que podem sofrer processo inflamatório. Um tendão é uma estrutura fibrosa, esbranquiçada, não-contrátil, formado por tecido conjuntivo, cuja função é ligar o ventre muscular ao osso. Tendinites na região posterior do joelho são causas comuns de dor atrás do joelho.

VARIZES

Varizes são veias dilatadas e tortuosas localizadas abaixo da pele. As veias dos membros inferiores costumam ser as mais acometidas pelo processo varicoso. Varizes são veias incapazes de desempenhar sua função circulatória adequadamente porque as válvulas que existem na sua luz deixam de funcionar. Varizes na região posterior do membro inferior podem causar um quadro de dor atrás do joelho.

DOR ATRÁS JOELHO

TROMBOSE VENOSA PROFUNDA

A trombose venosa profunda acontece quando o sangue dentro de uma veia forma um coágulo, impedindo a circulação do sangue. A trombose venosa profunda é mais comum de acontecer nas veias dos membros inferiores e é uma das causas de dor atrás do joelho.

LESÃO NERVOSA

A lesão ou compressão de um nervo pode provocar dor na região de sua inervação. A dor pode ser localizada ou irradiada. A compressão de nervos na coluna lombo-sacra, no quadril, na coxa e na região poplítea pode causar dor na região atrás do joelho. Hérnias de disco, com o comprometimento das raízes do nervo ciático na região lombar da coluna, são as causas de comprometimento nervoso mais comuns que provocam quadro álgico na região poplítea.

BURSITE

Bursite é a inflamação de uma bursa. Bursas são pequenas bolsas preenchidas de líquido sinovial localizadas em pontos onde os músculos e tendões atritam com os ossos. Ao redor no joelho existem 14 bursas. Uma bursite na região poplítea pode provocar dor atrás do joelho.

LESÃO DO LCP

O ligamento cruzado posterior, ou LCP, é um forte ligamento localizado na região posterior da articulação do joelho. Trata-se de um ligamento bastante forte, que precisa de um traumatismo de alta energia para ser lesionado. A lesão do LCP é uma causa de dor atrás do joelho.

ARTRITE REUMATÓIDE

A artrite reumatóide é uma doença inflamatória autoimune que pode afetar várias articulações do corpo. O joelho, quando acometido pela artrite reumatóide, fica dolorido, inchado, quente e vermelho. Rigidez articular é comum após o paciente acordar. Uma característica do quadro álgico da artrite reumatóide no joelho é que os pacientes acometidos pela doença costumam relatar que sentem dor atrás do joelho.

DOR MUSCULAR

Contratura ou distensão dos músculos da região poplítea podem provocar dor atrás do joelho. Essas lesões musculares são mais comuns em atletas e praticantes de esportes que exigem atividade intensa e/ou repetitiva desses grupos musculares.

CÃIBRA

Cãibras são fortes contraturas musculares involuntárias e dolorosas e que podem provocar dor atrás do joelho quando acometem os fortes músculos que existem na região posterior da articulação. Elas são mais comuns na panturrilha.

DOR NA PARTE DE TRÁS DO JOELHO

ANEURISMA DA ARTÉRIA POPLÍTEA

O aneurisma da artéria poplítea é o segundo aneurisma arterial mais frequente e a dor atrás do joelho é um dos seus sintomas. O aneurisma é uma dilatação focal maior do que 50% do diâmetro arterial. Rotura, trombose, embolização e até a amputação da perna são complicações desse tipo de patologia vascular.

TUMOR

Tumores, benignos ou malignos, podem acometer qualquer uma das estruturas anatômicas localizadas na região poplítea e podem desencadear dor atrás do joelho.

DESEQUILÍBRIO MUSCULAR

Desequilíbrios musculares podem ser causa de dor atrás do joelho, principalmente nos casos onde a musculatura posterior da coxa está muito encurtada. Nesses pacientes os exames complementares são normais e não mostram lesão ou doença. O único achado é no exame físico, onde o médico especialista constata que o ângulo poplíteo está diminuído. O equilíbrio muscular é importante para a fisiologia do joelho.

FRATURA DE ESTRESSE

Fratura de estresse é um tipo especial de fratura óssea caracterizada por fissuras nas trabéculas do osso esponjoso devido à microtraumas de repetição. Fraturas de estresse podem provocar dor atrás do joelho.

TRAUMATISMO DIRETO

Contusões e fraturas, resultantes de traumatismos diretos à articulação, podem provocar dor atrás do joelho quando as estruturas comprometidas estão na parte posterior da articulação.

LUXAÇÃO

A luxação do joelho é uma lesão grave onde a tíbia se desloca do fêmur. Esse deslocamento costuma resultar em lesões multiligamentares, lesão da artéria poplítea e lesão do nervo fibular. Dor atrás do joelho é um sintoma comum em pacientes que luxaram a articulação.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstido de dor atrás do joelho é feito pelo exame físico e por exames complementares. RX, ecografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética, cintilografia óssea, eletroneuromiografia, análise do líquido sinovial e exames de sangue são os exames mais solicitados pelos médicos especialistas para diagnosticar a causa de dor.

TRATAMENTO

O tratamento da dor atrás do joelho será direcionado para a lesão ou doença que foi diagnosticada pelo médico ortopedista. Alguns casos podem precisar de cirurgia. Não é normal sentir dor no joelho e um médico especialista deve ser consultado sempre que esse sintoma estiver presente no joelho.