ÂNGULO POPLÍTEO

ÂNGULO POPLÍTEO

O ângulo poplíteo, mensurado durante o exame físico pelo médico ortopedista especialista em joelho, avalia a flexibilidade da musculatura posterior da coxa. A medida do ângulo poplíteo é importante porque várias condições clínicas do joelho podem estar relacionadas à flexibilidade diminuída ou limitada desse grupo muscular. A flexibilidade muscular é um fator importante para a fisiologia articular. Encurtamentos e contraturas musculares alteram a fisiologia de uma articulação porque limitam a sua amplitude de movimentos e comprometem a sua artrocinemática. Lesões articulares podem ter como causa principal a diminuição da flexibilidade muscular.

MÚSCULOS ISQUIOTIBIAIS

A musculatura posterior da coxa é conhecida como musculatura isquiotibial porque os seus músculos têm origem no ísquio e inserção na tíbia. Esse grupo muscular é formado por três músculos: bíceps femoral, semitendíneo e semimembranáceo. Os músculos isquiotibiais são responsáveis pela flexão do joelho.

MÚSCULOS ISQUIOTIBIAIS

ÂNGULO POPLÍTEO

O ângulo poplíteo é o ângulo formado entre a coxa e a perna, na região posterior do joelho, quando o quadril está fletido a 90 graus e a perna foi estendida até encontrar resistência. O ângulo poplíteo normal é de aproximadamente 155 graus. Um ângulo poplíteo menor do que 155 graus indica que há diminuição da flexibilidade ou contratura da musculatura isquiotibial.

MEDIDA DO ÂNGULO POPLÍTEO

O ângulo poplíteo é mensurado com o paciente em decúbito dorsal. O membro inferior contralateral deve estar estendido. O quadril do lado a ser testado é fletido a 90 graus e a articulação do tornozelo deve estar livre. O joelho testado é passivamente estendido até encontrar resistência. Nesse ponto o ângulo formado na região posterior do joelho é medido com um goniômetro. O braço fixo do goniômetro é alinhado com a coxa e o braço móvel é alinhado com a perna.

ÂNGULO POPLÍTEO - MEDIDA

ENCURTAMENTO DOS MÚSCULOS ISQUIOTIBIAIS

O encurtamento dos músculos isquiotibiais tem importância clínica na ortopedia porque, quando esses músculos não estão bem alongados, provocam aumento da pressão na região anterior do joelho. A síndrome patelar dolorosa e a condromalácia patelar costumam estar associadas ao encurtamento da musculatura isquiotibial. Ficar muito tempo sentado, não alongar a musculatura posterior da coxa durante a prática de exercícios físicos e contratura muscular constitucional são as causas mais comuns do encurtamento dos músculos isquiotibiais em adultos. Esse grupo muscular deve sempre estar bem alongado, principalmente em atletas e praticantes de atividades físicas recreacionais. Alongamento e fortalecimento muscular do joelho são importantes para prevenir lesões.