CRISE DE GOTA NO JOELHO

GOTA NO JOELHO

Gota é uma doença reumática, inflamatória, caracterizada pela deposição de cristais de ácido úrico dentro das articulações, provocando artrite. O joelho é uma das articulações mais acometidas pela gota. A deposição dos cristais de ácido úrico dentro do joelho acontece quando os níveis sanguíneos dele estão acima do normal, uma condição conhecida como hiperuricemia. Crises frequentes de gota podem provocar lesões na cartilagem do joelho, dando início ao processo de artrose. A gota também é conhecida como doença dos reis porque, no passado, ela acometia mais as pessoas ricas, os nobres, que tinham acesso a carnes e bebidas alcoólicas em abundância.

ÁCIDO ÚRICO

O ácido úrico é o produto final do metabolismo das purinas. Purinas são substâncias resultantes da quebra dos aminoácidos que formam as proteínas. Proteínas fazem parte da composição do nosso corpo e também são ingeridas na forma de alimentos. O ácido úrico está presente em pequenas quantidades no nosso sangue e o nível de 7,0 mg/dL é considerado o valor limite. Acima desse valor temos a hiperuricemia.

ETIOLOGIA

O ácido úrico pode estar elevado no sangue por estar sendo produzido em excesso, por estar sendo eliminado com deficiência pelos rins ou a combinação das duas causas anteriores. Nem todas as pessoas com hiperuricemia desenvolvem gota.

INCIDÊNCIA

A incidência de gota é maior em homens na faixa etária entre 40 e 50 anos de idade, sedentários, com sobrepeso ou obesos e que ingerem bebidas alcoólicas com frequência. Mulheres raramente desenvolvem gota antes da menopausa. As mulheres que têm gota costumam ter mais de 60 anos de idade.

SINTOMAS

A deposição de cristais de ácido úrico no joelho causa um processo inflamatório intenso ( artrite gotosa ) que se manifesta com dor e inchaço do joelho. Em alguns casos a articulação pode ficar avermelhada. A dor normalmente começa de madrugada e pode acordar o paciente. A artrite provocada pela gota é aguda, ou seja, é de aparecimento súbito. Qualquer articulação do corpo pode ser afetada pela gota. A articulação mais acometida na primeira crise costuma ser a metatarsofalangeana do hálux ( dedão do pé ). A segunda mais acometida é o joelho. Pacientes com gota podem também desenvolver cálculos renais, que produzem cólicas, e tofos ( depósitos de ácido úrico debaixo da pele nos dedos, joelhos, pés, cotovelos e orelhas ).

GOTA NO JOELHO

FATORES DESENCADEANTES

Pessoas hiperuricêmicas podem desencadear uma crise de gota quando ingerem bebidas alcoólicas ( bebidas fermentadas como vinho e cerveja) e/ou alimentos ricos em purinas ( carnes ). Uso de diuréticos, quimioterapia, traumatismos e cirurgias podem também desencadear uma crise de gota em pessoas hiperuricêmicas.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico de gota é feito pela combinação de história clínica do paciente e exames. Eu solicito para os meus pacientes o exame de ressonância magnética, dosagem sanguínea de ácido úrico e análise do líquido sinovial do joelho.

TRATAMENTO

Não existe cura definitiva para a gota. Pacientes hiperuricêmicos podem desenvolver as crises se os níveis do ácido úrico ficarem muito elevados no sangue. No caso agudo, o tratamento visa diminuir a inflamação e a dor no joelho. Medicamentos para controlar os níveis do ácido úrico no sangue podem ser prescritos.

ARTROSE

Crises frequentes de gota no joelho podem afetar a cartilagem articular, dando origem à artrose, uma doença irreversível, incapacitante, onde há degeneração progressiva do tecido cartilaginoso. A gota no joelho é um dos fatores predisponentes para artrose.

WhatsApp
(41) 98824-3384
Cadastro
Agendamento