PATELA ALTA

PATELA ALTA

Algumas pessoas nascem com as patelas do joelho numa posição mais alta do que a encontrada na média da população em geral. Essa condição é conhecida como PATELA ALTA. A patela alta é responsável por cerca de 30% das disfunções da articulação femoropatelar. Pessoas que apresentam patela alta costumam ser bons atletas, se destacando no salto em altura, salto triplo e basquetebol. O problema de se ter a patela alta é o aumento da predisposição dela sair do lugar, uma vez que ela costuma ser bem mais móvel do que o normal. As luxações da patela, em quem tem patela alta, costumam acontecer durante a prática de atividades físicas ou esportes. Quando a patela sai muitas vezes do lugar dizemos que o paciente apresenta luxação patelar recorrente, que pode se tornar um grande incômodo e costuma levar à desistência da prática de esportes. Muitos jogadores de basquetebol e futebol encerraram precocemente as suas carreiras devido à luxação patelar recorrente causada pela presença de patela alta. As luxações patelares recorrentes, e mesmo as pequenas subluxações, causam danos na cartilagem que, ao longo do tempo, evoluirá para um quadro de artrose patelofemoral.

PATELA ALTA - ALTURA PATELAR

ARTROSE PATELOFEMORAL

A artrose patelofemoral é relativamente comum em pacientes que apresentam patela alta, principalmente quando a patela se desloca frequentemente. A artrose costuma causar dor, rangidos, inchaço e limitação importante dos movimentos do joelho, que são mais evidentes nas fases mais avançadas da doença. O processo degenerativo da cartilagem patelar começa com a condromalácia, que é o amolecimento da cartilagem. A cartilagem que reveste a patela é a cartilagem mais espessa do nosso corpo.

JOELHO COM PATELA ALTA

DIAGNÓSTICO DE PATELA ALTA

A patela alta é diagnosticada em exames de imagem como RX e ressonância magnética. Existem alguns métodos para se medir a altura da patela. Os métodos de Caton-Deschamps e Insall-Salvati são os mais conhecidos no nosso meio.

TRATAMENTO DA PATELA ALTA

Existem cirurgias que podem abaixar e/ou realinhar a patela dos pacientes que apresentam patela alta. A indicação de cirurgia, no entanto, só é feita depois de criteriosa avaliação. Não são todos os pacientes com patela alta que precisam de correção cirúrgica. Casos de luxação patelar recorrente, dor e lesão cartilaginosa são alguns dos critérios para a indicação de cirurgia. Algumas cirurgias podem ser feitas por artroscopia.

WhatsApp
(41) 98824-3384