LIGAMENTO PATELAR DO JOELHO

LIGAMENTO PATELAR

Ligamento, em termos anatômicos, é qualquer estrutura de tecido conjuntivo que conecta dois ossos. Os ligamentos são responsáveis pela estabilidade articular e servem como guias dos movimentos das nossas juntas. Ligamentos costumam ser bastante fortes e altamente resistentes à tração. Os ligamentos são formados por tecido conjuntivo fibroso, esbranquiçado e pouco elástico ( colágeno ). O joelho tem ligamentos muito fortes e importantes. Os mais conhecidos, porque costumam ser frequentemente lesionados, são: ligamento cruzado anterior ( LCA ), ligamento colateral medial ( LCM ), ligamento colateral lateral ( LCL ), ligamento cruzado posterior ( LCP ) e ligamento patelar.

QUADRÍCEPS FEMORAL

O músculo quadríceps femoral é o músculo localizado na região anterior da coxa. Ele praticamente envolve quase todo o fêmur é responsável pela flexão do quadril e, principalmente, pela extensão do joelho. É formado por quatro ventres musculares: vasto medial, vasto intermédio, vasto lateral e reto femoral. O tendão do músculo quadríceps femoral apresenta uma particularidade: no seu interior está localizada a patela, o osso móvel que se articula com o fêmur na região anterior do joelho. A patela é um osso sesamóide, ou seja, um osso que fica dentro de um tendão. A patela funciona, biomecanicamente falando, como o fulcro de uma potente alavanca que multiplica a força de contração do músculo quadríceps femoral.

LIGAMENTO PATELAR

O ligamento patelar é o ligamento que une a patela à tíbia. É também conhecido como tendão patelar ( tendão do músculo quadríceps femoral ). Anatomicamente o tendão patelar é também chamado de ligamento patelar porque ele é uma estrutura anatômica que faz a união entre dois ossos. Essa mesma estrutura também é chamada de tendão patelar porque, funcionalmente, é um tendão. Trata-se da continuidade do tendão do músculo quadríceps femoral. Entre médicos ortopedistas, cotidianamente, os dois termos são usados como sinônimos. O ligamento patelar é uma estrutura anatômica muito forte e resistente, capaz de suportar forças de até 20 vezes o peso corporal. Sua espessura média varia de 5 a 8 mm.

TENDINITE

Processos inflamatórios acometem frequentemente o ligamento patelar. A inflamação é conhecida como tendinite patelar e é relativamente comuns em atletas, principalmente os praticantes de esportes com saltos. A tendinite patelar, por esse motivo, também é conhecida como joelho do saltador.

ROTURA

Apesar de não ser muito comum, a rotura do ligamento patelar pode acontecer. Esse tipo de rotura ligamentar pode ser parcial ou total. A rotura total do ligamento patelar exige reparo cirúrgico porque, quando o ligamento está totalmente rompido, não se consegue fazer o movimento de extensão do joelho.

WhatsApp
(41) 98824-3384
Cadastro
Agendamento