MENISCO DISCÓIDE

MENISCO DISCÓIDE

Os MENISCOS são estruturas de fibrocartilagem, com o formato de meia-lua, localizados dentro da articulação do joelho. Cada joelho tem dois meniscos: um na parte de dentro e outro na parte de fora do joelho ( menisco medial e menisco lateral ). Os meniscos do joelho funcionam como amortecedores, fazendo a adaptação anatômica entre o fêmur e a tíbia.

ANONMALIA CONGÊNITA

O MENISCO DISCÓIDE é uma anomalia congênita, onde o menisco apresenta formato arredondado, diferente da forma anatômica normal que é a de uma meia-lua. O menisco lateral do joelho é o mais afetado. Em 20% dos casos o menisco discóide está presente nos dois joelhos. A anatomia anômala do menisco discóide predispõe ele a rupturas.

SINTOMAS

O menisco discóide costuma ser assintomático mas, em alguns pacientes, pode causar incômodos, dor, estalos e inchaço nos joelhos já a partir dos 5 anos de idade.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico do menisco discóide é feito através do exame de Ressonância Magnética do joelho.

TRATAMENTO

O tratamento do menisco discoide costuma ser apenas a observação clínica. O paciente, normalmente criança ou adolescente, deverá ser examinado e submetido ao exame de ressonância magnética do joelho de tempos em tempos, se o joelho estiver sintomático. A cirurgia só é necessária se o menisco se romper e pode ser feita por ARTROSCOPIA.

ESPECIALISTA

Crianças com queixas de desconforto, estalos frequentes e/ou dores nos joelhos devem ser avaliadas por um MÉDICO ORTOPEDISTA ESPECIALISTA EM JOELHO. As queixas podem ser causadas por um menisco discóide.

WhatsApp
(41) 98824-3384