CISTOS NA REGIÃO DO JOELHO

CISTO NO JOELHO

Cistos são tumores ou nódulos benignos que podem se formar em qualquer parte do nosso corpo. Cistos na região do joelho são relativamente comuns. Os cistos sinoviais, também chamados de cistos gangliônicos ou cistos ganglionares, são pequenas formações cujo conteúdo é o líquido sinovial, o líquido natural que temos dentro das nossas articulações. Eles podem aparecer dentro do joelho ( intra-articular ) ou fora da articulação ( extra-articular ). Normalmente os cistos são indolores e, quando são superficiais, podem ser palpados. Muitos aparecem e desaparecem sem que haja necessidade de um tratamento específico. Os cistos gangliônicos no joelho costumam estar associados a lesões meniscais, lesões tendíneas e lesões ligamentares. Não se sabe a causa exata do desenvolvimento desses cistos. Importante ressaltar que eles são benignos. Muitos pacientes ficam preocupados quando leem nos laudos dos seus exames que foi encontrado um cisto no joelho. A maioria desses cistos encontrados nos exames é assintomática e são apenas um achado nas imagens.

CISTO DE BAKER

O cisto de Baker, também chamado de cisto poplíteo, é um cisto que se forma na região posterior do joelho. O paciente percebe “uma bola“ atrás do joelho. O cisto de Baker é o cisto mais comum no joelho. Costuma estar associado com problemas intra-articulares como artrose e lesões nos meniscos. Temos uma página no site sobre o cisto de Baker. Acesse o conteúdo clicando AQUI.

CISTO PARAMENISCAL

Cistos parameniscais são cistos que se formam próximos ou juntos aos meniscos. São mais comuns no menisco lateral. Os cistos parameniscais costumam estar associados a lesões nos meniscos, mas podem surgir junto a um menisco íntegro.

CISTOS - JOELHO

CISTO NOS LIGAMENTOS

Cistos ganglionares podem surgir junto aos ligamentos cruzados do joelho e são mais comuns no ligamento cruzado anterior ( LCA ). Em alguns casos esses cistos podem provocar desconforto articular, dor e dificuldade para extensão do joelho.

EXAME

O melhor exame para se fazer o diagnóstico de um cisto no joelho é a ressonância magnética.

TRATAMENTO

O tratamento dos cistos no joelho costuma ser conservador. Se associado com lesões ou doenças articulares, o tratamento é direcionado para essas condições. A punção e a aspiração, seguida da infiltração de corticóides, costuma ter bons resultados. Se os cistos forem dolorosos e provocarem muito desconforto, podem ser retirados cirurgicamente. Cistos intra-articulares podem ser ressecados por artroscopia. A taxa de recidiva, no entanto, é alta e isso deve ser levado em consideração antes da cirurgia.

WhatsApp
(41) 98824-3384
Cadastro
Agendamento