DOR NO JOELHO EM PESSOAS SEDENTÁRIAS

DOR NO JOELHO EM PESSOAS SEDENTÁRIAS

Um número significativo de pessoas sente dores nos seus joelhos e não os machucaram. São jovens ou adultos jovens, que não têm histórico de traumatismo, não praticam esportes nem fazem esforços com os joelhos que possa justificar as dores que estão sentido.

SEDENTARISMO

Essas pessoas têm em comum o fato de serem sedentárias. São pessoas que passam várias horas do dia sentadas e não têm o hábito da prática regular de exercícios. Parte significativa da população trabalha sentada. Estudantes, funcionários de escritórios e motoristas, por exemplo, se enquadram nessa categoria.

MÚSCULOS FRACOS E ENCURTADOS

A falta de exercícios físicos faz com que os músculos do corpo fiquem enfraquecidos. Quando se fica muito tempo sentado a musculatura posterior da coxa tende a encurtar porque está relaxada. O encurtamento desse grupo muscular, associado ao enfraquecimento de todos os grupos musculares, tem como consequência direta os desvios posturais, as alterações na marcha e o aparecimento de dores, principalmente na região do joelho.

DOR NO JOELHO

A síndrome patelar dolorosa é descrita como uma dor localizada na região anterior do joelho. Os exames de imagem não mostram, nessa fase, lesões ou processos inflamatórios. A causa da dor, como vimos, é o desequilíbrio muscular causado pela falta de exercícios e pelo encurtamento dos grupos musculares, principalmente os músculos da região posterior da coxa.

LESÃO NA CARTILAGEM

Com a evolução do processo, começam a surgir alterações estruturais na cartilagem da patela. A hiperpressão da patela contra o fêmur, devido ao encurtamento muscular e ao fato de se ficar várias horas na posição sentada, é a principal causa da condromalácia em sedentários. Na condromalácia já existe alteração estrutural na cartilagem, já detectada nos exames de imagem. Condromalácia significa cartilagem amolecida. É o primeiro estágio da artrose do joelho – o processo degenerativo da cartilagem. Se não reconhecida e tratada bem no começo, as lesões na cartilagem podem se tornar irreversíveis.

PREVENÇÃO

Não existe ainda um tratamento efetivo que regenere a cartilagem hialina que se degenerou e que possa ser usado regularmente em todos os pacientes. O importante, portanto, é prevenir, não deixando o processo degenerativo condral evoluir.

TRATAMENTO

Alongamento e fortalecimento dos músculos dos membros inferiores é fundamental. Pacientes com condromalácia devem consultar um MÉDICO ORTOPEDISTA ESPECIALISTA EM JOELHO. A viscossuplementação é um excelente tratamento para proteger a cartilagem.

WhatsApp
(41) 98824-3384